Febre sem sinais localizatórios

A febre é um dos sintomas responsáveis por aproximadamente 25% de todas as consultas no serviço de emergência.  Requer uma análise cuidadosa dentro da prática do Pronto Socorro, principalmente, quando não há sinais de localização. O objetivo principal é diferenciar um doença febril benigna auto limitada de uma doença bacteriana grave, como pneumonia, infecção urinárias, meningite, osteomielite entre outras.

Na aula a seguir, vamos assistir o Dr. Alfredo Elias Gilio, falando sobre as particularidades da interpretação da febre sem sinais localizatórios de acordo com a idade e o grau da temperatura e o protocolo de atendimento.