Choque em pediatria e Drogas vasoativas 

O choque representa um estado fisiopatológico de desequilíbrio entre a oferta e a demanda tecidual de oxigênio e nutrientes. Dentre os tipos de choque, na faixa etária pediátrica, o choque hipovolêmico causado, principalmente, pela diarréia é o mais comum e o choque séptico é o maior representante do choque distributivo.

Na aula a seguir veremos os diferentes tipos de choque, a sua fisiopatologia, as peculiaridades clínicas e a importância do reconhecimento precoce e do seu tratamento. Assistiremos também, quais as drogas vasoativas e inotrópicas mais frequentemente utilizadas na emergência e seus mecanismos de ação.

Referência:

Absolute and relative adrenal insufficiency in children with septic
shock

Effects of Fluid Resuscitation With Colloids vs Crystalloids
on Mortality in Critically Ill Patients Presenting
With Hypovolemic Shock

Double-Blind Prospective Randomized Controlled
Trial of Dopamine Versus Epinephrine as First-Line
Vasoactive Drugs in Pediatric Septic Shock

ACCM/PALS haemodynamic support guidelines
for paediatric septic shock: an outcomes
comparison with and without monitoring
central venous oxygen saturation

Clinical practice parameters for hemodynamic support of
pediatric and neonatal septic shock: 2007 update from the
American College of Critical Care Medicine